sábado, 17 de outubro de 2009

Diretrizes para pregadores de rua


Por Kevin Williams
(pregador ligado a um grupo de puritanos)


O Evangelho do Senhor Jesus Cristo nunca intencionou ficar escondido atrás das paredes das igrejas, e pregadores de rua são um maravilhoso meio de levar as boas novas pelas "saídas dos caminhos" (Mateus 22:9).
"Ide, pois, às saídas dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes." (Mt 22:9 ACF)

Para mim, pregar o Evangelho nas ruas tem sido um privilégio maravilhoso, vendo Deus se mover tanto poderosa como misteriosamente e me conceder um breve deslumbre do que deve ter ocorrido quando Jesus pregava no templo em João 7 (e em outros lugares), com perguntas e objeções vindo de todas as direções e de diferentes tipos de pessoas em um multidão turbulenta, e de como deve ter sido quando Paulo pregava nos mercados.

Neste artigo eu quero dividir com você algumas experiências úteis que aprendi para ser um bom pregador de rua. Eu não pus estes tópicos em uma ordem particular, pois algumas coisas você logo vai entender que nas ruas podem ser impraticáveis. Assim, Deus pode usar este artigo para ajudar você a andar com passos mais firmes na fé e através disto ficar mais perto do Senhor.


Principiantes, Preparai-vos

Nos presentes dias, quando eu prego nas ruas, nunca tenho uma mensagem pré-escrita. Entretanto, eu as fazia quando comecei a pregar e eu recomendaria muito a quem está iniciando a pregar nas ruas que pense e medite sobre o que vai falar. Preparando-se para pregar pela primeira vez para um grande número de pessoas, pode ser uma experiência de tortura para os nervos, e o pensamento de “empacar” no meio da mensagem é o temor de muitos. No topo disto, a oposição de pessoas que gritam coisas contra você, tentando tirá-lo de seu estado normal, normalmente surge, e, portanto, estar preparado é certamente útil.


Seja Realista Sobre a Extensão de Sua Mensagem

O que eu quero dizer com isto é que tenho observado pessoas pregando 20 ou 30 minutos nas ruas da mesma forma que pregariam dentro de uma igreja. Ainda que a maior parte de sua audiência esteja ouvindo entre 30 segundos e dois minutos e assim ganhando muito pouco ou mesmo nada, de toda a sua mensagem. Nos dias de George Whitefield e John Wesley, as pessoas se reuniam para ouvir por 30 minutos de um único sermão, como se eles estivessem em um grande evento esportivo, mas isto não é o caso em nossos dias. Se a maior parte de nossos ouvintes tem somente dois ou três minutos, então eu sugiro repetir o Evangelho a cada dois ou três minutos e manter a sua mensagem circulando.


Aprenda a ser Flexível

Seguindo do meu último ponto, uma boa prática é pensar sobre como dividir o Evangelho em várias extensões de tempo: um minuto, três minutos, cinco minutos e dez minutos. Isto irá capacitar você a estar preparado para ajustar sua pregação para cada situação em particular. Um dos nossos grupos prega em frente a uma parada dos bondes nas ruas do centro de Manchester onde temos uma multidão já pronta de 30 a 50 pessoas entre três e sete minutos. Não sabemos o tempo em que os bondes passam pela parada e, uma vez que viamos o bonde vindo na esquina, não importava em qual ponto estávamos em nossa mensagem, mas significava que tínhamos [somente] 30 segundos para prosseguir e explicar sobre a cruz e permitir que eles conhecessem a oferta da vida eterna. Aprenda também a ser flexível em relação a diferentes tipos de audiência que você irá pregar. Por exemplo, se um judeu subitamente juntar-se a multidão ou passar perto, eu posso rapidamente apresentar uma profecia messiânica, como a que está em Zacarias 12:10.
"Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito." (Zc 12:10 ACF)


Não Concorra com o Barulho das Máquinas

Como no exemplo acima, quando o bonde finalmente chegava perto e tocava a sua sirene, eu não tinha como fazer com que minha voz tentasse ao menos competir com ela. Neste exemplo, uma vez que o som ficou muito alto, eu fiz uma interrupção até o bonde chegar na parada e quando ele silenciou até um nível razoável eu fiquei pregando uns 30 segundos ou mais, enquanto os passageiros embarcavam. De vez em quando eu prego nos centros das cidades, em uma rua barulhenta no momento em que ela está livre de veículos; e quando um está por passar, melhor do que forçar a minha voz é simplesmente fazer uma pausa por uns 30 segundos ou até o veículo se afastar. Isto pode significar que você terá que repetir algumas coisas que já tinha dito para reiterar às novas pessoas que neste momento juntaram-se à multidão. Também quando escolher seu ponto inicial para pregar, esteja certo que é um lugar onde as pessoas podem ouvi-lo e sua voz não seja abafada ao competir com ruídos.


Escolhendo seu lugar

Ao escolher o lugar onde for pregar, escolha um ponto que não concorra com o barulho do tráfego, ou músicos de rua, ou lojas que usem alto-falantes. Não escolha também um ponto onde as pessoas não passem. Se há somente algumas pessoas que passam pelo lugar então é muito melhor chegar e falar com eles individualmente ou em grupo. Um pregador de rua precisa encontrar um lugar onde as pessoas estão passando regularmente.

Observe a direção do vento, e pregue com o vento atrás de você. Se a velocidade de vento for fraca então não haverá dificuldade, mas pregando com um vento forte atrás de você (especialmente se você estiver em um lugar alto) a sua voz irá alcançar uma distância muito maior.

Com o passar do tempo você aprenderá a projetar sua voz de modo que seja “refletida” por edifícios de pedra e outros objetos, para ajudar você a ser ouvido mais alto e ir mais além.


Erga Sua Voz Como [se fosse] Uma Trombeta

Da mesma forma que o seu corpo vai ficando mais forte com o exercício, sua voz fica mais alta e mais forte à medida que você prega. Com a prática regular você poderá pregar mais alto e por muito mais tempo. Uma palavra de precaução: Não projete a voz a partir da garganta porque se você fizer assim então é provável que pareça um homem com raiva, mas também sua pregação não durará muito mais tempo que 10 minutos. Tenha certeza de que sua voz vem do estômago.

Quando você começar sua primeira pregação sua "grande voz" pode parecer estar em um nível sem variação de tom, fazendo com que você pareça zangado [e cruel e grosseiro]. Mas não se preocupe; em pouco tempo como você alcançará um som mais alto e, com oração, Deus o ajudará desenvolver uma voz de compaixão.


Pregue [em pé] Sobre um Local Elevado.

Adquira uma caixa. Preferivelmente uma escada. Um ponto alto faz uma diferença enorme. É subestimado por muitos, assim me deixe repetir este princípio novamente, porque é tão importante.

Um local elevado faz uma enorme diferença! Porque:

1) Significa que sua voz irá mais além. Alto-falantes em edifícios são colocados em pontos altos por uma razão. Quando você está em um ponto mais elevado sua voz irá mais adiante, e também sua voz apanhará mais do vento de um ponto mais alto.

2) Você fica mais visível e proeminente. Se você está gritando ainda estando no mesmo nível do chão de uma rua, então para os transeuntes você parecerá um louco. Porém, quando você está sobre uma caixa ou uma escada de mão, então as pessoas lhe darão mais respeito e pararão para o escutar, porque para as pessoas você dá a impressão que lhes tem algo a dizer.

3) Isto é para sua própria proteção. Quando você estiver pregando, as pessoas às vezes poderão vir confrontá-lo e, se você estiver no mesmo nível delas, então pode até mesmo ser intimidado quando elas estiverem diante de você. Você também não pode continuar falando alto quando alguém estiver a pouca distância. Porém se você está sobre uma escada de mão, então, quando as pessoas estiverem bem próximas, eles ainda podem ser agressivos, mas não é nem sequer normal para a maioria dos homens endurecerem para provocar uma briga com alguém que os olha de 2 ou 3 metros de altura. Pense em um animal que ouriça seu pelo quando ameaçado. A altura extra resulta no mesmo efeito psicológico.

Também, é muito melhor que você tenha sua própria escada ou caixa para estar de pé, em lugar de usar um banco público ou escadas.

Primeiro, porque quando você pode encontrar o melhor lugar e montar sua escada ou plataforma e pregar de lá, em lugar de ser restringido por pregar em lugares que são freqüentemente inferiores.

Segundo, se você estiver em um patrimônio público, ao usar um banco não haverá nada que impeça um confrontador que, de forma agressiva, quiser se erguer para ficar ao seu lado.

Entretanto, não seja inflexível e legalista a respeito disso. Por exemplo, você pode um dia estar fazendo compras, quando uma grande oportunidade surge para pregar. Nesse caso você deve pregar como Deus apresenta a oportunidade, com ou sem escada de mão.


Ocupe-se com o Confrontador

Alguns dos piores pregadores de rua que eu tenho encontrado são os que eu ouço dizer: “Quando eu me defronto com um confrontador, eu o ignoro completamente, pelo menos me mantenho focado em minha mensagem e assim ele vai embora logo”.

Escute! Um bom confrontador é o melhor amigo de um pregador de rua.

A disputa entre o pregador e o confrontador às vezes pode até mesmo transformar uma pequena multidão de algumas pessoas para uma centena, em questão de minutos. Quem não pararia para assistir um debate ao vivo na rua, especialmente em um assunto em que a maioria das pessoas tem as suas próprias fortes opiniões?

Faça disto uma prioridade, orar para que Deus envie um bom confrontador.


Permita Que o Pregador Responda ao Contestador

Quando você está no grupo [de evangelização], e o irmão que está pregando depara-se com um confrontador, não cometa o engano de tentar ajudar o pregador respondendo ao confrontador. Isto levará a [atenção e respeito da] aglomeração para longe do pregador. Se a pessoa que está pregando não tem experiência e sente que quem está levando a melhor é o confrontador, ela poderia simplesmente dizer: "Meu amigo aqui vai subir agora para responder às suas objeções”.


Tenha Tempo para Aprender Apologética

Em relação à apologética (responder a objeções) geralmente há dois erros. Um erro é despender muito tempo respondendo objeções e entrar em tal profundidade com as respostas que o Evangelho (que é o poder de Deus para a Salvação) não é pregado. Eu vi pregadores de rua diante de uma boa quantidade de pessoas gastando 20 ou 30 minutos respondendo a objeções antes de pregar o Evangelho, mas neste tempo 40 ou 50 pessoas chegaram e saíram, que escutaram uma objeção ou duas que foram respondidas, mas não ouviram como eles poderiam ser salvos.

O segundo erro relativo à apologética é desconsiderá-la de todo. Às vezes as perguntas das pessoas são sinceras, e até mesmo quando eles não forem, a apologética feita corretamente é um grande modo de atrair uma multidão. Quando alguém está gritando objeções a você, e você responde de volta, outras pessoas pararão para escutar. Brevemente você pode ter outros parando e esperando a sua réplica à objeção.


Mantenha o Controle

O que eu quero dizer por isto é que, freqüentemente, enquanto você ainda está respondendo à objeção de uma pessoa, outra pessoa possa gritar outra objeção e lhe exigir que lhe responda naquele mesmo instante. Na verdade, que ele está fazendo é tentando impedir você de responder. Quando isto acontecer, simplesmente diga à segunda pessoa que você acha que é mais educado você responder primeiro à primeira pergunta, e que tem certeza de que ele será bastante cavalheiro para esperar sua vez de ser respondido. Quando você faz isto, eles perceberão que foram rudes, e a [grosseira] intromissão deles então se tornará um ataque aos outros ouvintes, ao invés de ser um ataque somente ao pregador.


Conclua Suas Respostas

Frequentemente, no meio de uma resposta a uma objeção, a pessoa que fez a pergunta tentará interromper gritando outra objeção. E ele ou ela podem continuar fazendo isto toda vez que você responder à próxima objeção. Quando isso acontecer, não cometa o erro de interromper suas respostas e passar para a próxima objeção sem responder corretamente à primeira. Obviamente, neste caso o confrontador realmente não se interessa por suas respostas. Mas lembre-se: outras pessoas o estão escutando. Não cometa o erro de responder a muitas perguntas pela metade, não respondendo a nenhuma completamente.


Evite Objeções Muito Complexas

Ocasionalmente você pode ter uma objeção (que pode ou não ser sincera) que não somente toma muito tempo para responder (até mesmo cinco minutos podem ser muito quando se está pregando nas ruas), mas é altamente provável que além da pessoa com você está respondendo, ninguém mais na multidão vai entender sobre o que você está falando. Neste caso não perca a metade de sua audiência tentando responder para as pessoas perguntas do tipo "trivialidades técnicas". Nesta situação eu normalmente digo, "levaria muito tempo para responder aqui, e vai além da compreensão da maior parte das outras pessoas que estão ouvindo, mas me envie um e-mail ou fale com um dos outros com que vieram comigo", e então continuo pregando [para a multidão].


Seja Claro Em Suas Respostas

Em minha experiência a maiorias das pessoas que contestam não entendem as suas próprias objeções corretamente. Muitos simplesmente leram ou ouviram algo de um cético, e isto basta para fazer com que eles acreditem, não o questionando. Mas, ao mesmo tempo, eles não entendem o que o cético disse de fato. Assim, tenha certeza de que você explicou as coisas claramente, e se lembre que mais pessoas estão escutando quem fez a pergunta.


Não Pregue em 'Cristianês'

Cristãos têm muitas palavras e frases que a pessoa comum não entende, ou elas significam coisas diferentes para pessoas diferentes, como "se arrependa", "o caminho", "nascer de novo", "justificado", etc. Agora, eu não estou dizendo que não use estas palavras, na realidade algumas são essenciais. Mas nós temos que explicar o que nós queremos dizer claramente. Explique o modo de salvação em termos simples.


Mantenha Sua Voz Em Alto Volume, Como Uma Trombeta

Um das primeiras vezes que eu preguei ao ar livre, eu gravei a mim mesmo. E eu não notei, até depois de escutar a gravação, que quando um grupo de meninas se aproximou eu tive uma interação com elas, que eu tinha cometido o erro de abaixar o nível de minha voz consideravelmente, como se eu estivesse falando bem perto com estas poucas pessoas ao invés de para todo o lugar onde eu estava. Sempre mantenha sua voz em um tom alto. Lembre-se que quando você prega ao ar livre você quer ser ouvido por todos naquela área.


Você está Tentando Ganhar as Pessoas [para Cristo], não as Ofenda

Algum tempo atrás um pregador de rua foi preso por pregar contra o papai Noel, depois de surgirem reclamações sobre crianças que choravam por ele não existir. A Bíblia não diz 'vá por todo o mundo e pregue contra o papai Noel’. O Evangelho de Jesus Cristo é ofensivo o bastante sem causar ofensa onde não é necessário. Nem é para nós irmos ao mundo para pregar sobre política. Não cause ofensa desnecessária.


Demonstre Amor e Compaixão

Se você prega sem amor então que você parecerá como um gongo ou um címbalo tinindo. Isto é algo pelo qual você constantemente deve orar. Se você prega regularmente ao ar livre e exalta o nome de Jesus então você receberá muito ódio, e assim se você não vigiar contra isto então será muito fácil tornar-se uma pessoa de coração frio.


Ore, ore, ore e ore

Um das coisas mais tristes relativas a muitos grupos que pregam nas ruas é negligência na oração. Em mais de uma ocasião eu vi grupos de cristãos juntarem-se para o evangelismo, e não orarem nada além de 5 ou 10 rápidos minutos. Às vezes tais pessoas tiveram antes um grande tempo de comunhão e talvez até mesmo uma preparação com um Estudo Bíblico devocional e com palavras de encorajamento, entretanto eles reduzem a oração a um 'extra'. Não espere o Espírito de Deus se mover se você não vai despender tempo de qualidade (como Deus espera) em oração.

Eu sugiro uma hora de oração pelo menos (e regozijando-se em Deus) antes de você sair para evangelizar, e nisso incluir cantar alguns hinos que louvam a Deus. Isto pode significar uma hora a menos nas ruas, mas valerá à pena.


Examine a Sua Motivação

É para conhecer e satisfazer a Deus em um modo grandioso? "Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas". Mateus 6:33

Evangelismo deveria ser dirigido pelo amor a Deus e amor por todas as pessoas. Você deve constantemente examinar isto, e estar atento em ter a certeza de que o evangelismo não se torne um ritual ou um ídolo.

Dirigindo de volta para casa uma noite depois de um dia surpreendente de pregação ao ar livre, no qual eu tinha visto Deus movendo Sua mão de um modo poderoso, com multidões de centenas de pessoas a ouvir o Evangelho, eu estava saltando de alegria, cantando com toda a minha voz junto com Matt Redman no som do carro 'Lord Let Your Glory Fall', e louvando a Deus. Então eu senti Deus dizendo: "Por que você não me louva como na última semana, quando você teve apenas algumas pessoas para escutá-lo?" Ai!

É maravilhoso quando Deus traz grandes multidões. Eu oro para isso, e eu sou confiante em Deus que é fiel em responder a oração e fazer grandes coisas. Mas nunca deveríamos esquecer que é um grande privilégio sair pelas ruas e caminhos como embaixadores de Jesus Cristo e proclamar quão grande é Deus e a Sua gloriosa salvação mesmo quando há apenas poucos ou até quando ninguém aparece para ouvir. Seu desejo deve ser o de estar mais perto de Jesus e vir a conhecê-Lo de um modo grandioso em tudo aquilo que você fizer. Se você faz disto a sua prioridade então eu asseguro a você que Deus nunca o decepcionará. Glorifique a Deus e O exalte!


Encha Sua Pregação com a Bíblia. Memorize

"Porque a palavra do rei tem poder" (Ec 8:4). Como eu aprendi de Charles Spurgeon, são as palavras de Deus que convertem as pessoas, não nossas próprias explicações. Assim encha sua pregação com a Bíblia. E, para citar Bíblia ao ar livre, você tem que memorizá-la.


Encha sua Pregação Com Cristo. Quem Ele É E Quão Grande Ele É

O Apóstolo Paulo disse que "pregamos a Cristo crucificado" (1 Cor 1:23), contudo em muito evangelismo de hoje, o Jesus Cristo é reduzido a uma nota de rodapé. Se você quer ganhar as pessoas para Cristo você tem que pregar a CRISTO.


Faça Discípulos

A grande comissão em Mateus 28:19-20 é fazer discípulos e ensinar todas coisas, e assim deveria ser feito possível evangelismo no contexto da igreja local. Tenha certeza de que as informações sobre os cultos e comunhão de edificação, de sua igreja, estão em seus panfletos. Fale a eles sobre isto, e de como chegar lá, e até mesmo ofereça ajuda no transporte.


Testemunhe e Distribua Panfletos Enquanto o Pregador Estiver Pregando

A maioria dos pregadores de rua que eu conheço não gostam que outros que os acompanham estejam panfletando entre a multidão enquanto eles ainda estão pregando. O pensamento deles por atrás disto é que as pessoas irão parar de escutar o pregador para ler um folheto. Eu discordo disto, e creio que é melhor distribuir folhetos para todo mundo dentro da aglomeração, caso contrário muitos partirão sem um folheto. Na realidade eu regularmente prego com uma pilha de folhetos em minha mão e encorajo as pessoas a levarem um.

Eu também encorajo as pessoas que estão comigo a testemunharem discretamente às pessoas que escutam. Quando eu digo discretamente, quero dizer não entrar no meio da multidão e testemunhar às pessoas que estão escutando o pregador, e não alto, ou você se distinguirá da multidão e a atenção se voltará para você, mas talvez comece com uma conversação testemunhando com alguém que está à distância. Pergunte o que ele pensa do que está sendo dito, e prossiga a partir disso. Se pessoas que estão escutando virem você com folhetos, Bíblia e camisetas com estampas cristãs, obviamente eles sabem que você está com o pregador, então em muitas situações as pessoas se aproximarão de você.


Use Trajes [Que Logo Lhe Identiquem] Como Cristão

Eu não encontro um versículo na Bíblia para apoiar isto, mas Wesley e Whitefield usaram seus trajes de pastor [aqueles com colarinhos identificatórios] [quando pregavam] ao ar livre, e tinham alguma razão para isso. Quando usamos nossas camisetas com a estampa da cruz e versículos da Bíblia, isso já serviu como meio de se iniciar incontáveis conversas. Às vezes as pessoas escutam o pregador e olham em redor e vêem outros usando nossas camisetas de evangelismo.


Mantenha-se dentro da Lei


Conheça o que a lei do país determina sobre onde você pode e não pode pregar. Há lugares bastante bons para pregar sem desnecessariamente transgredir a lei por pregar em propriedades privadas sem permissão.


Tenha Cuidado Com Quem Sobe Para Pregar

[Nos primeiros dias] quando começamos a pregar nas ruas, deixávamos a escada ou a caixa montada entre as pessoas. Porém nós aprendemos a guardá-la bem como a recolher a nossa escada, como já tivemos o caso de muçulmanos que tentaram pegá-la para pregar, e também o caso de um sujeito, a quem eu não conhecia, que de repente pegou a escada sem perguntar e começou a pregar. A primeira vista ele parecia ser um cristão, mas se mostrou ser um legalista, e quando um confrontador apareceu e lhe dirigiu alguns insultos, ele de repente o perseguiu pela rua e o alcançando o apertou contra a parede. Como você pode imaginar, isto não fez de nosso testemunho um bom exemplo.


Como Você Reage A Hostilidades?

Desde que comecei a pregar nas ruas já fui chutado, esbofeteado, já tive garrafas e latas lançadas em mim, já fui derrubado de minha escada e também já tive um monte palavras terríveis, cheias de ódio, lançadas contra mim. Muitas destas coisas são feitas com a intenção de que você reaja de um modo desamoroso.

Tudo isto são chances perfeitas para mostrar o amor de Cristo, virando a outra face e caminhando uma milha a mais e os usando-as como uma ilustração para o Evangelho



***


FONTE: Sola Scriptura-TT

Transcrito de www.puritanfellowship.com

Traduzido por Edimilson Teixeira, out.2009.

Vi este texto no SolaScriptura

5 comentários:

  1. Gostei muito desta matéria, realmente precisamos de pessoas que tenham a coragem e a disposição de pregar desta forma, melhor ainda e que todos nós façamos da mesma forma. Pois os tímidos não herdarão o reino dos céus. Apocalipse 21.8

    ResponderExcluir
  2. Linkei alguns artigos do seu blog, Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o blog e esse artigo em especial!

    Obrigado pela visita lá no Reforma e Carisma, vou te seguir também e colocar um link para esse artigo.

    Abs.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado pela visita de todos vocês,

    Obrigado pelos links em seus blogs,

    Que Deus continue abençoando suas vidas grandemente!

    ResponderExcluir
  5. Vou republicar este texto no meu blog, excelente Paulo.

    Abraço.

    Júnior Rubira
    www.blogespadadoespirito.blogspot.com

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão moderados. Me reservo ao direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.