segunda-feira, 8 de março de 2010

Tempo de Restauração


“Então ele me disse: Profetiza ao fôlego da vida, profetiza, ó filho do homem, e dize ao fôlego da vida: Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatro ventos, ó fôlego da vida, e assopra sobre estes mortos, para que vivam” (Ezequiel 37.9).

O capítulo 37 do livro de Ezequiel é uma das passagens bíblicas mais lidas de todos os tempos. É incrível como a narrativa toca profundamente no coração do leitor. O profeta Ezequiel começa narrando: “Veio sobre mim a mão do Senhor; e ele me levou no Espírito do Senhor e me pôs no meio do vale que estava cheio de ossos” (v. 1). Como você se sentiria se, de repente, se encontrasse no meio de um cemitério, onde não havia nada mais a não ser esqueletos humanos? Essa experiência (apesar de ter sido uma visão) foi, certamente, inesquecível para o profeta. Mas, afinal de contas, o que ele iria fazer naquele lugar tão macabro? Ora, ele nada mais era que um profeta, e não um coveiro! O versículo 04 responde: “Profetiza sobre estes ossos...” Não importam as circunstâncias, o profeta que está nas mãos de Deus, deve estar disposto a enfrentar qualquer situação e pregar a mensagem a quem o Senhor ordenar.

Na visão humana, pregar para ossos, sem dúvida alguma, soa no mínimo como ridículo. No entanto, quando há uma contínua obediência à voz do Mestre, o ridículo se torna maravilhoso, a tristeza se torna em júbilo, a desesperança dá lugar a uma nova perspectiva de vida e os mortos são ressuscitados! Não se preocupe com lugar que você possa estar ou com as pessoas para quem você vai falar; não importa se em um cemitério de ossos secos ou em meio a uma multidão de salvos, pregue a palavra a tempo e fora de tempo! Não se preocupe com a operação dos milagres, pois só quem faz o impossível se tornar em possível, é Deus. Tenha certeza de que o próprio Senhor lhe usará como um vaso de bênção através do qual o Espírito Santo transbordará para a restauração da vida de muitas pessoas.



A visão tinha um significado especial: “Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que eles dizem: Os nossos ossos secaram-se, e pereceu a nossa esperança; estamos de todo cortados” (v.11). A visão do vale de ossos secos demonstrava a situação do povo de Deus naquele contexto. Deus não despreza o aflito e nem se esquiva se estender a mão para o necessitado. Deus é amor! (I Jo. 4.8). Quando tudo parecia perdido, veio a resposta divina: “Assim diz o Senhor Deus a estes ossos: Eis que vou fazer entrar em vós o fôlego da vida, e vivereis. E porei nervos sobre vós, e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o fôlego da vida, e vivereis. Então sabereis que eu sou o Senhor”(vs 5,6).

Talvez, você, a sua Igreja ou, quem sabe, a sua família se encontre nessa situação. Saiba que quando Deus está no controle, nada está perdido! A restauração será completa! Nada é impossível para o Deus Supremo, pois Ele tem poder para curar o enfermo, transformar o pecador, restaurar o caído e salvar os perdidos. O milagre de Deus pode acontecer na sua vida. Creia nisso!

***

Autor: Missionário Jailton Sousa Silva divulgado no PC@maral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PCamaral, Palavra de Deus, Teologia, Estudos, Evangelho, Reflexões, Bíblia Sagrada, Estudos Bíblicos, Mensagens Bíblicas

Todos os comentários serão moderados. Me reservo ao direito de publicá-los ou não caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.