terça-feira, 20 de abril de 2010

Precisamos Urgentemente Comer a Bíblia!



E fui ter com o anjo e lhe pedi que me desse o livrinho. Disse-me ele: Toma-o, e come-o; ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel. Tomei o livrinho da mão do anjo, e o comi; e na minha boca era doce como mel; mas depois que o comi, o meu ventre ficou amargo. (Apcalipse 10:9-10)

Atualmente existe um movimento que aplica uma nova maneira de ler a Bíblia, e isto no meio cristão. Este movimento alcançou, em pouco tempo, o nível de uma epidemia, exigindo, daqueles que defendem uma igreja genuinamente bíblica, a tomar cuidados redobrados e especial atenção. Essa nova compreensão, reformula a Trindade Divina e a interpreta sob o ponto de vista meramente humano. Essa nova formulação define o ser humano como soberano sobre a vida, curioso é que a Bíblia não é ignorada e nem banida, pelo contrário, a Bíblia recebe lugar de honra. Mesmo assim, as três pessoas da Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, são substituídas pela trindade pessoal dos: meus Santos Desejos, minhas Santas Necessidades e meus Santos Sentimentos.

Na época em vivemos, temos sido treinados desde o berço, a escolher, por conta própria, o que é melhor para nós. Gostos, inclinações e apetites são consultados a todo instante. Logo, logo, estamos decidindo que roupa vamos usar, que corte de cabelo adotaremos, que escola iremos freqüentar, a faculdade que cursaremos, o canal de TV, nossos sapatos, qual carro vamos dirigir, que creme dental é melhor para nós, e assim vão, as opções são abundantes. Aprendemos cedo, com as muitas decisões que tomamos que temos direito de escolher, dentro de certos limites. Assim, dentro dessa nova perspectiva, podemos dar a última palavra, Quando entramos na fase adulta da vida, aprendemos que, nossas Necessidades, Desejos e Sentimentos formam o centro de controle do divino de nossas vidas.

Essa nova trindade que criamos se expressa em Santas Necessidades, Santos Desejos e Santos Sentimentos. Nossos mestres dedicaram tempo e inteligência na compreensão da Trindade Santa e, muitos crentes contemporâneos tem reduzido essa Trindade Bíblica em Necessidades, Desejos e Sentimentos. Tudo isso se torna o centro da vida. O que muitos buscam em uma igreja atualmente é a realização das próprias vontades e não, a vontade soberana de Deus. Com isso a Bíblia perde sua autoridade e a única autoridade soberana somos nós mesmos. Ou seja: A única autoridade que reconheço em minha vida sou eu mesmo!

Você percebe por que a igreja de hoje corre grande perigo? Você percebe por que é tão urgente entender o fato de João comer um livro? Nosso conselho para você é que faça como João, e coma esse livro. Se quisermos preservar nossa identidade, se quisermos viver e morrer pelo Senhor da Igreja, se quisermos manter a coerência da nossa pregação, se quisermos manter valores inegociáveis de nossa doutrina, princípios determinados por Deus, nossa crença e nossa fé, precisamos urgentemente comer a Bíblia.

O ato de João comer o livro nos assombra pelas implicações. O que João estava fazendo ao comer o livro? Pessoas não comem livros. Livros são para serem lidos e consultados e, depois, retornam à prateleira. Acontece que João comeu o livro, e quando o vemos comer o livro, compreendemos o que Deus quer de nós. É necessário ler a Bíblia até que sua mensagem se transforme em nervos, carne, ligamentos, ossos, ou seja, a mensagem das Escrituras devem ser encarnadas em nosso viver até que as pessoas ao nosso redor reconheçam Jesus Cristo em nossa vida.

A realidade, nua e crua é que, não sabemos conduzir nossas vidas sozinhos, precisamos da orientação da Palavra de Deus. Sem a Bíblia estabelecida com sua autoridade sobre nossas mentes e corações, afundaremos.

Irmãos, não façam como os muitos que, hoje em dia, deixam de lado este alimento essencial à vida espiritual do cristão e preferem ouvir palavras de homem, com suas pregações sem nenhum conteúdo Bíblico e que exaltam apenas a cobrança das promessas que Deus fez ao seu povo. Exaltam a criatura e deixam acuado o Criador. [como se isso fosse possível]. Tratam de fábulas engenhosamente tramadas para ludibriar o incauto e subnutrido espiritualmente. Comer a Bíblia é a única maneira de se manter uma vida espiritual saudável, e com certeza, essa atitude diária contribuirá para nossa edificação e preparo no ministério cristão.

Que Deus nos abençoe!

Um comentário:

PCamaral, Palavra de Deus, Teologia, Estudos, Evangelho, Reflexões, Bíblia Sagrada, Estudos Bíblicos, Mensagens Bíblicas

Todos os comentários serão moderados. Me reservo ao direito de publicá-los ou não caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.