sexta-feira, 2 de abril de 2010

A sabedoria que agrada a Deus

“Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom procedimento as suas obras em mansidão de sabedoria”. (Tg. 3. 13).

Quem não quer ou nunca quis ser sábio? Creio que todos querem, eu quero muito. Quem nunca orou à Deus pedindo sabedoria? Existe a sabedoria natural que é a capacidade, habilidade, perícia, experiência para realizar as coisas. Mas existe o princípio da sabedoria que é ainda mais excelente. A Bíblia diz em Pv. 9.10 “que o temor do Senhor é o princípio de toda sabedoria”. Temer o Senhor, é reconhecê-lo como único Deus e adorar, servir e obedecer somente a Ele. Quer ser sábio? Tema e sirva ao Senhor, demonstre com bons procedimentos.

Hoje em dia, as grandes empresas analisam e definem um bom profissional não somente pelo seu Q.I. (quociente de inteligência); na maioria das vezes a pessoa muito inteligente não sabe administrar problemas e nem trabalhar em equipe; mas sim pela inteligência emocional que é a capacidade de administrar problemas, pressão, emoção, ter bons relacionamentos e tomar decisões que favoreçam a todos.

Na vida cristã não pode ser diferente, para servir e amar a Deus também é preciso servir e amar o próximo, tem gente que diz que ama Deus, mas não suporta o seu irmão, em 1 Jo. 4. 20 diz: “Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, não pode amar a Deus, a quem não viu”. Muitas pessoas já não tem mais paciência para ouvir, e nem prudência para falar e agir com o próximo, neste caso é necessário a sabedoria do alto, Tg. 1. 5: “Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada”.

Ser sábio é ouvir mais, pensar mais e falar menos, é principalmente agir de maneira a ajudar e edificar o próximo. “Sabei isto, meus amados irmãos: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus." - "Se alguém cuida ser religioso e não refreia a sua língua, mas engana o seu coração, a sua religião é vã. A religião pura e imaculada diante de nosso Deus e Pai é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e guardar-se isento da corrupção do mundo”. Tg. 1. 19-20, 26-27.
"A verdadeira Sabedoria é ensinar as Escrituras, esta é uma das formas mais privilegiadas de servir a Deus e ajudar os necessitados. É uma honra corrigir as ações e atitudes e até palavras e pensamentos dos outros através do ensino. Deus quer que todos ouçam sua Palavra. Mas, se não descemos do púlpito, se não fechamos os comentários e livros de gramática e sentamos ao lado do irmão fraco, afastado, ou em pecado, estamos apenas contribuindo para a derrota dele. Dizer a ele tudo que está errado com sua vida, sem ajudá-lo, é fazer nada mais que o próprio acusador. Fomos chamados para mais do que isso. Fomos chamados não só para o diagnóstico do doente, mas também para limpar a infecção, curar a ferida e ajudar o doente em tudo que podemos para que ele possa se recuperar pela graça de Deus. Vamos fazer o trabalho todo que Deus nos deu, ministrando a Palavra, e ajudando pessoas a vivê-la como Deus quer" (hermeneutica.com.br/devocionais).

Meu irmão se você acha difícil, peça a Deus sabedoria para servi-lo e amá-lo e também servir e amar o próximo, se assim fizer, Deus se agradará de você e cada vez mais serás sábio.

***

Fonte: Decocional de autoria do Missionário Elias F. Inácio para divulgação no PC@maral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários serão moderados. Me reservo ao direito de não publicá-los caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.