quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Os Homens Estão se Conformando com o Mundo?

O Homem moderno está em crise. Estão acontecendo várias mudanças culturais na sociedade. O resultado disso é que muitos homens estão sem uma clara definição de masculinidade e paternidade. Como avaliamos um homem? Qual é o verdadeiro propósito do homem em relação à mulher? O homem detém as chaves das nações — e nossas nações estão em crise. Assim como o homem está, também está a nação, a família, a sociedade e o mundo. O problema é que o homem já não tem uma idéia clara para onde está indo. Ele sofre de falta de identidade

Os papéis tradicionais do homem já deram a ele continuidade e equilíbrio de geração em geração. Hoje, muitos homens estão questionando quem são e que papéis desempenham na vida. A sociedade tem enviado sinais conflitantes sobre o que significa ser um homem. Muitos homens estão perplexos e frustrados com relação à sua identidade. Os homens estão se sentindo forçados a redefinir seus papéis enquanto tentam adaptar-se a essas expectativas de mudança social. Agora esses papéis estão em transição, não mais carregam uma sólida definição de masculinidade.

A crise de propósito que estão experimentando aumentará gradativamente se continuarem a viver em estado de mente defensivo e cheios de incerteza. Esta crise ataca o núcleo da identidade do homem, deixando-o indeciso e fundamentalmente fraco. Esta crise reflete um rompimento na compreensão, comunicação e cooperação entre homem e mulher que não é natural nem sadio. A identidade masculina não é uma questão essencialmente de papéis e culturas, que variam de tempos em tempos, — é uma questão de propósito.

Quando os homens sabem qual é a sua verdadeira razão de ser, toda confusão, ira e o comportamento destrutivo deles poderiam ser substituídos por uma vida de propósito, confiança e edificação da sociedade. Homens e mulheres jamais serão completamente realizados se a crise do homem não for resolvida, uma vez que os homens têm uma influência primária no tom e na direção da sociedade. Os homens tradicionalmente definiram sua masculinidade a partir dos seus papéis. Os homens precisam de uma identidade dada por Deus se vivem para cumprir seu verdadeiro propósito.

Os papéis na sociedade estão mudando.

O homem ainda deve ser o sustentador e protetor?

O homem ainda é líder e autoridade no lar?

O homem deve demonstrar cavalheirismo?

O homem ainda é o defensor de sua família, propriedade e seu país?

Os homens já não sabem se as mulheres ainda precisam deles.

Historicamente, homens e mulheres tinham estabelecido papéis que não se sobrepunham. Os homens costumavam adquirir suas idéias de masculinidade observando seus pais ou a partir de antigas tradições culturais.

Havia uma continuidade dos papéis masculinos transmitidos de geração em geração. O homem tinha de arriscar sua vida, literalmente, para tomar conta de sua família. Mulher e filhos viam o homem como o líder. Eles dependiam dele. Essa parceria na sobrevivência produzia uma interdependência entre homens e mulheres que gerava uma apreciação mútua.

Era uma apreciação natural porque seus papéis eram muito claros e aceitos como importantes e necessários. Os relacionamentos entre homens e mulheres estão diferentes agora que já não mais dependemos uns dos outros para segurança e proteção. Muitos de nós já não focamos a sobrevivência e a proteção como no passado.

A independência é uma situação relativamente nova para as mulheres, e os homens ainda estão aprendendo a lidar com essa mudança. De muitas maneiras, a mulher já assumiu não somente o papel tradicional do homem de provedora, mas também de protetora.

A independência crescente e a auto-suficiência têm feito com que a mulher moderna já não mais tenha necessidade do homem como provedor e protetor. Isso é um problema para o homem. Eles estão tentando ser felizes em um relacionamento, mas não sabem quem é responsável pelo quê. As mulheres não valorizam mais os homens como no passado porque as necessidades que eles supriam, elas mesmas estão suprindo. As mulheres estão procurando algo mais em seus relacionamentos. Felicidade, intimidade e uma paixão duradoura são coisas exigidas em um relacionamento. Mesmo assim, compreender como prover essas coisas não é algo fácil para o homem. Os papéis tradicionais do homem não são mais suficientes para fazer seu cônjuge feliz. As mulheres querem companheirismo e atenção para serem felizes.

Hoje em dia, as mulheres querem intimidade e comunicação. O homem ainda está tentando entender como construir intimidade e comunicação dentro de seus relacionamentos. Os problemas que os homens estão enfrentando são sérios, porque têm a ver com propósito e identidade. São sérios porque a confusão sobre propósito vai incapacitar e até destruir a vida das pessoas. Os homens associaram sua identidade aos seus papéis, agora que esses papéis mudaram, eles próprios não deixaram nenhuma base para masculinidade.

O que os homens podem fazer para reconquistar a identidade e o lugar deles?

Adotar uma forma inteiramente nova de pensar. Precisam pensar em termos de propósito em vez de papéis. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. (Rm 12.2)

Os papéis nunca foram a verdadeira base da identidade masculina e nem de seu propósito. O que os homens realmente precisam descobrir é seu propósito estabelecido, que transcende a cultura e a tradição. A posição e as ações de um homem devem fluir de seu propósito e não ao contrário. Os homens, portanto, precisam de uma identidade dada por Deus se quiserem cumprir seus verdadeiros propósitos. Devemos aprender o que Deus originalmente desejava para nós. Para isso, precisamos voltar e redescobrir o plano original do Criador tanto para os homens quanto para as mulheres.

Quando os homens são ignorantes de sua verdadeira identidade, isso afeta não somente seu próprio chamado e realização, mas também da família deles e da sociedade como um todo. Isso acontece porque Deus deu ao homem uma influência singular de liderança. Aonde vai o homem, vai a família, vai a sociedade e o mundo. Se não lidarmos com essa crise de identidade masculina, toda a nossa geração estará comprometida.

A resposta para os homens, portanto é:

* Definir seu valor baseado no propósito de Deus, em vez de nos papéis da sociedade.
* Aprender a visão de Deus para sua vida.
* Continuar a viver na verdade do propósito da criação do homem.

Se os homens entenderem o propósito e as responsabilidades que Deus lhes deu como verdadeiro projeto de seu relacionamento com as mulheres, eles podem ser livres para cumprir seu destino e potencial. Podem ser os homens que foram criados para ser.
***

Fonte: promessista.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PCamaral, Palavra de Deus, Teologia, Estudos, Evangelho, Reflexões, Bíblia Sagrada, Estudos Bíblicos, Mensagens Bíblicas

Todos os comentários serão moderados. Me reservo ao direito de publicá-los ou não caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.