sábado, 2 de abril de 2011

Como vencer a Progéria Espiritual?

Presente em apenas 63 pessoas em todo o mundo, a doença faz com que o portador envelheça 10 vezes mais rápido

Por Pastor Marcio David Gomes

Uma notícia de 24/02/2011 do G1.com registrou: “Células de crianças com progéria são usadas para estudar envelhecimento. Cientistas dos EUA transformaram células da pele em musculares. Pessoas com a doença envelhecem até 10 vezes mais rápido que o comum.”

Uma equipe de cientistas do Instituto Salk para Estudos Biológicos, dos Estados Unidos, montou um modelo inédito para estudar o envelhecimento, usando células obtidas de crianças com uma das formas da progéria, doença que pode envelhecer os portadores até 10 vezes mais rápido do que o comum. Os resultados do estudo foram divulgados na revista científica "Nature".

Utilizando células da pele dos garotos com uma versão da doença conhecida como síndrome de Hutchinson-Gilford, os pesquisadores norte-americanos conseguiram gerar células musculares e acompanhar o envelhecimento precoce dessas estruturas.

O garoto acima tem 4 anos e é portador de progéria
(Foto: Progeria Research Foundation / cortesia)
Recentemente, além do G1.com, sites e agências de notícias de todo o mundo, dentre elas a BBC de Londres, discorreram sobre essa doença raríssima, presente em apenas 63 pessoas em todo o mundo. Seu nome: Progéria. Este termo, advindo do grego e que significa “velhice”, descreve uma doença da infância caracterizada por um dramático envelhecimento prematuro. A morte natural de pessoas portadoras da Progéria ocorre em média aos 20 anos de idade. Dependendo, no entanto, de sua gravidade, ela pode levar à morte até crianças de 11 ou 12 anos. Três casos da doença já foram registrados no Brasil. Segundo a BBC, a Progéria é doença tão rara que o caso do garoto Harry Crowther (foto no topo) é o único confirmado em todo o Reino Unido. Harry tem 11 anos e envelhece cinco vezes mais rápido do que seus colegas.

A Progéria nos faz lembrar da realidade espiritual: infelizmente, muitos cristãos ficam velhos na fé muito rapidamente, perdendo as características marcantes do nascer para Deus. Fundamentados no Novo Nascimento (Jo 3:3), tão importante para a vida cristã, afirmamos que, como novas criaturas, não apenas abandonamos a vida anterior, mas também obtemos de Deus qualidades que adjetivam a vida em Cristo como “nova”. No entanto, cristãos que sofrem de “Progéria Espiritual” perdem essas qualidades rapidamente. São aqueles que abandonam as virtudes cristãs nos primeiros meses ou anos de crentes. O primeiro amor logo se vai (Ap 2.4); o verdadeiro evangelho apressadamente é abandonado (Gl 1.6); a frequência na casa de Deus já não existe (Hb 10.25) e até o próprio Cristo é desprezado mui rapidamente (Jo 6.66). O resultado é que, assim como os portadores da Progéria física, os portadores da Progéria espiritual morrem depressa. Eles morrem espiritualmente, quando deveriam usufruir da verdadeira vida, a vida em Cristo Jesus.

O mais triste e terrível é que, diferentemente do caso da doença, na vida espiritual não são poucos os casos em que as pessoas envelhecem e morrem depressa. Algumas estatísticas dão conta de que, de cada três pessoas que um dia se renderam a Cristo, duas estão hoje fora da igreja e retornaram à vida pecaminosa.

O que fazer para que a Progéria espiritual não nos alcance? Que podemos fazer para que a nova vida em Cristo possa continuar sendo verdadeiramente nova, em lugar de vermos a velhice espiritual tomar conta de nosso ser? As Escrituras nos asseguram que é a multiplicação da iniquidade que faz o amor de muitos esfriar (Mt 24.12).

Assim, para continuarmos vivendo as maravilhas da vida nova em Jesus, precisamos continuar combatendo o pecado. Precisamos aborrecê-lo. Precisamos também nos aproximar cada vez mais de Cristo, pois ele é aquele que nos faz ser renovados a cada manhã. Ele prometeu que estaria conosco todos os dias (Mt 28.20). Então, clamemos por ele! Falemos com ele! Aproximemo-nos do autor da vida e do doador da nova vida e a Progéria espiritual não nos atingirá, pelo contrário, seremos fiéis ao Senhor de tal modo que em nós será derramada a vida em abundância, da qual falou Jesus (Jo 10.10).

Se você já sente sintomas da Progéria espiritual, saiba que Jesus tem solução para você. Se o seu primeiro amor já se foi; se o prazer em estar na casa de Deus já passou; se aquele tempo especial que você separava para a leitura bíblica nos anos do primeiro amor já não existe, saiba: o Senhor orientou os cristãos de Éfeso que estavam enfrentando a mesma realidade, para que tomassem três atitudes: 1) lembrar o que fez com que eles caíssem; 2) se arrependerem e 3) voltar a praticar as primeiras obras (Ap 2.4 e 5).

Isso significa que é preciso sondar nosso viver e perceber o que tem tomado em nossa vida o lugar de Deus, pois é isso que está nos fazendo morrer espiritualmente. Isso significa também que é preciso abandonar estas coisas, para que o primeiro amor volte a ser uma realidade em nossas vidas. Nossa vida só pode ser considerada uma nova vida se praticarmos aquilo que é próprio da vida com Deus. Ou seja, “caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão e temperança” (Gl 5.22). Façamos isso, e em nome de Jesus, venceremos a Progéria espiritual.
***

Fonte: Pr. Marcio David Gomes - Compartilhado no PC@maral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PCamaral, Palavra de Deus, Teologia, Estudos, Evangelho, Reflexões, Bíblia Sagrada, Estudos Bíblicos, Mensagens Bíblicas

Todos os comentários serão moderados. Me reservo ao direito de publicá-los ou não caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.