terça-feira, 12 de junho de 2012

Filme sobre o inferno levanta debate sobre se há ou não punição eterna para os não regenerados

Por Lillian Kwon | Christian Post Reporter tradutor Susana Viquetini

Quando se trata do debate sobre o inferno, Kevin Miller vê nada menos que uma batalha feia, onde os cristãos tendem a desumanizar aqueles que discordam de suas opiniões e mostram pouca humildade.

Diretor Kevin Miller trabalha no próximo
documentário Hellbound. (Foto: Hellboundthemovie.com)
Os trabalhos anteriores de Miller incluem "Expelled: No Intelligence Allowed (traduzido ao português Expulso: Nenhuma Inteligência Permitida)", com Ben Stein, escritor e diretor do documentário intitulado "Hellbound?” - onde ele explora as muitas perguntas e o número ainda maior de crenças que as pessoas têm em relação ao inferno.

Juntamente a teólogos e pastores, incluindo Mark Driscoll da igreja Mars Hill e Brian McLaren, o documentário apresenta músicos de heavy metal, exorcistas e pessoas que afirmaram ter visto o inferno em primeira mão.

Mas esta não é apenas uma discussão acadêmica ou uma questão de um sistema de crença pessoal, diz Miller. Há consequências reais em termos, para estas pessoas em questão. "Somos chamados para seguir a Deus, seguir a Cristo. No entanto, a questão é: que tipo de Deus estamos seguindo?”ele questiona.

Miller não diz quais são suas opiniões sobre o inferno, e desvia o assunto para o fato de que isso não é importante e que o filme não é um veículo para promover suas crenças. Mas ele revelou em uma entrevista anterior, com o autor Ron Dart, que nos últimos 27 anos de sua vida, ele tem feito muitos questionamentos a respeito disso.

"É quase como quando você se torna um cristão e tem a experiência de conversão... mas alguma coisa parece ainda incomodar", disse Miller, que veio à fé por meio da Igreja Menonita e atualmente frequenta uma Igreja Anglicana. "É como um vírus, realmente, que começa a crescer. Eu acho que há um perigo de o vírus sobrecarregar o hospedeiro porque algumas destas questões que não são adequadamente tratadas começam a dominar esta fé fundamental que você pensou ter, no início.”

Consciente de que o filme terá controvérsia, considerando o tema, ele diz que não é essa a intenção do documentário. “Eu apenas estou procurando pela verdade e por respostas.”

As filmagens de "Hellbound?" começaram em junho do ano passado, logo após o debate sobre o livro de Rob Bell, “Love Wins”, ter entrado em erupção. Bell, ex-pastor da igreja Mars Hill Bible, expressou a luta com o conceito de que somente poucos iriam para o céu e que bilhões de pessoas queimariam eternamente no inferno.

Muitos evangélicos denunciaram o livro sobre sua rejeição sugerida de um inferno eterno e a noção de que tudo iria dar certo no final para todos (que é, Deus irá perdoar a todos).

Os rótulos "herege" e "universalista" foram dados à Bell em meio ao debate.

A Convenção Batista do Sul (EUA) - a maior denominação protestante no país - aprovou uma resolução, em junho do ano passado, especificamente em resposta ao livro de Bell. Os membros da igreja afirmaram sua convicção sobre "o ensino bíblico eterno, de punição dos não regenerados no inferno” e "a Bíblia claramente ensina que Deus julgará o perdido no final dos tempos.”

Miller observou que foram injetados de medo, raiva e emoção no debate sobre o inferno. Ele também entendeu que "quando alguém desafia sua crença sobre inferno, tudo mais fica exposto sobre a mesa.”

Porém, vendo muitos cristãos atirando pedras e sem nem ao menos terem questionado, Miller quis desafiá-los a começar a pensar em por que eles acreditam nisso em que acreditam.

Ele encontrou muitos que argumentaram que a Bíblia é clara sobre este assunto. Mas sua resposta é: "Se é tão clara, por que não estamos de acordo?”

Mesmo dentro da crença tradicional do inferno - ideia de que os ímpios serão enviados para alguma forma de tormento consciente eterno - as opiniões são diversas, diz ele.

"As pessoas optam por ir para o inferno ou é que Deus quem as manda para lá? Será que Deus predestinou algumas pessoas? São estes castigos no inferno ativamente perpetuados por Deus ou são eles um produto de Deus para estabelecer Sua presença? São estes tormentos literais ou figurados?"

No final, Miller espera que os cristãos mostrem mais graça no debate em curso.

"Todos nós em nossas mentes, privilegiamos nossa posição caso tenha ela uma vantagem sobre as demais", disse ele. "Nós apenas temos que ter muita graça e humildade. E isso não é fácil."

O lançamento de "Hellbound?" está previsto para setembro. O filme está sendo promovido em festivais, sendo o próximo – Atlanta Fest – começando em 14 de junho.

Fonte: The Christian Post compartilhado no Pcamaral

Um comentário:

PCamaral, Palavra de Deus, Teologia, Estudos, Evangelho, Reflexões, Bíblia Sagrada, Estudos Bíblicos, Mensagens Bíblicas

Todos os comentários serão moderados. Me reservo ao direito de publicá-los ou não caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.