segunda-feira, 9 de julho de 2012

O que levou o homem à queda e o que o leva à salvação

O que levou o homem à queda não foi a inocência, mas a ganância, o orgulho, o desejo de dominação: quis ser igual a Deus, dirigir-se a si mesmo, ser proprietário de tudo e senhor de todas as coisas. O pior de tudo é que o homem primevo falava e agia como lídimo representante da humanidade e, em conseqüência, arrastou todos os seres humanos ao abismo do pecado, afastando-os desastrosamente do Criador. E como fez Adão, seus descendentes continuam transferindo a culpa ao Pai celeste, por um lado, e ao próximo, por outro. Eis porque os réprobos acusam Deus de injusto, quando pune os pecadores que não desejam, e até rejeitam, a misericórdia do sacrifício vicário de Cristo.

O homem não é livre para perder-se, pois já está perdido pelo fato de ter nascido em pecado e fazer, consequentemente, parte de uma humanidade pecadora e alienada de Deus. A perdição é resultado de uma queda geral, mas a salvação só é possível por graça especial, emanada da estrita misericórdia de Deus. Para sair do estado em que se encontra, o ser humano precisa ser recriado, ser nascido de novo, regenerado; e isto ele não tem condições de fazer a si e por si mesmo; somente o Redentor pode fazê-lo, fá-lo a cada um de seus escolhidos. O homem peca livremente, mas livremente não se liberta do pecado. Eis porque a salvação é somente pela graça de Deus, mediante o amor e justiça realizados em favor do perdido pelo próprio Salvador na pessoa divino-humana de Jesus Cristo.

Autor Desconhecido

Fonte: 5 SOLAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PCamaral, Palavra de Deus, Teologia, Estudos, Evangelho, Reflexões, Bíblia Sagrada, Estudos Bíblicos, Mensagens Bíblicas

Todos os comentários serão moderados. Me reservo ao direito de publicá-los ou não caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.