quinta-feira, 5 de julho de 2012

Culto chato? Seus problemas acabaram! As melhores dicas para entretenimento em sua igreja!

Publicado originalmente em Arte de Chocar

Por Quezia Monteiro e Antognoni Misael

Atualmente o modus operandi de muitas igrejas não se baseia mais na suficiência da Bíblia, sua leitura somadas a oração e cânticos espirituais. Infelizmente isso não é mais o bastante para tornar o culto atrativo!

Que fique claro que não somos contra programações dinamizadas. Achamos interessante o uso do data-show em determinados encontros no templo, não vemos problema em usar instrumentos diversificados, ou qualquer recurso sofisticado – desde que estejam ali para assessorar o principal: o conteúdo. O que nos assusta nos dias de hoje é perceber que o efeito tem suprimido o conteúdo; o fútil tem superado o essencial! Chegar à igreja para uma adoração comunitária e ver as paredes bem ornamentadas, instrumentos polidos esperando para serem tocados, vídeos com chamadas incrivelmente produzidas em estúdio, iluminação projetada e um cardápio cheio de surpresas parece prenunciar um culto envolvente.

Mas se não tiver nada disso? A Palavra de Deus basta?

Lamentamos notar que grande parte dos ouvintes são consumidores exigentes do que vão ouvir e ver no templo. Falar sobre a Verdade bíblica de forma direta e simples parece “chover no molhado”, não agrada tanto (e precisa agradar?) – logo dois ou três se levantam, saem, insatisfeitos com a objetividade da mensagem. Muitos apelam para o pragmatismo: então, neste caso é preciso levar algo super art nouveau, ter “sacadas geniais”, frases de gente conceituada formatando um culto ao “deus intelectualizado”; ou indo a outro extremo, outros usam de todos os recursos psicológicos pra fisgar o lado emotivo, aí, depois, por obséquio, num segundo plano então a Bíblia (nos dois extremos) surge como auxiliar da mensagem. Entenderam?

Bem, mas para quem adora um entretenimento, e atualmente considera o culto em sua igreja chato, seus problemas podem acabar agora! Sabe por quê? As melhores dicas para entretenimento nós elencamos logo abaixo. Vejam:

QUANTO A APARÊNCIA:

1) Aquele lugar não precisa nos lembrar lugar de oração, sermão, leitura bíblica. Ornamente a igreja a ponto dela parecer com um teatro ou palco de show. A descaracterização é importantíssima pra dar um clima irreverente.

2) Crie temáticas específicas para alguns cultos (ótima ideia para os cultos do jovens). A turma vai adorar se vestir caracterizado com a proposta. Culto dos “anos 60”, culto “junino”, culto “ao avesso”, culto “alternativo”, etc.

3) Sugira o uso de Bíblia personalizadas: bíblia do jovem profeta, bíblia romântica, bíblia em quadrinhos, bíblia na linguagem do gueto, bíblia do afrodescendente… O objetivo disso é mostrar aos jovens que a linguagem bíblica não “tão chata” assim.

QUANTO A MÚSICA:

1) Toque somente as da paradas do sucesso! Copie a maioria das expressões usadas pelos cantores e grupos. Seja um cover espetacular. Vai impressionar, não duvide!

2) Use danças na hora do louvor, isso ajudará aos irmãos para entrarem no clima da “adoração”. (Não esqueça que com “danças proféticas” o louvor sobe bem mais rápido!)

3) Use as tensões musicais corretas para gerar um clímax de adoração! A música tem seu efeito terapêutico e pode gerar contrições incríveis tipo aquela que Davi fez com Saul!

4) Aos ministrantes, sugerimos que decorem as ministrações dos cantores mais famosos, e entre elas intercalem choros e “determinações”- assim vocês levarão a igreja a uma adoração igualzinha a do DVD daquele grupo/astro (sabem de quem falamos né?..rs)

5) Outra coisa: de vez em quando desligue as luzes da igreja na hora do louvor – a utilizando da iluminação potencializará emoções fortes conforme o toque da música dando ideia de intimidade, e lugar secreto.

6) Evite cantar os Salmos, ou algo semelhante. A centralidade precisa ser a pessoa e seu universo, a contextualização dos seus problemas e claro, com o triunfo do “verdadeiro” adorador.

PRELEÇÃO PARA INTELECTUAIS

1) Antes de pregar use um vídeo chocante, tipo aqueles de superprodução norte-americana onde a sacada só aparece no fim onde poucos entendem.

2) Cite algum poema de Fernando Pessoa e tente fazer uma ponte com algum Salmo de Asafe.

3) Use expressões em latim, grego, hebraico, inglês, mostre seu domínio com as “línguas estranhas”.

4) Ao expor a passagem bíblica, procure discutir o implícito, o inobservável. Use pontos, analogismos, metáforas, hermenêutica, exegese, e faça diálogos com Platão, Kierkegaard, ou José Saramago.

5) Ao fim da exposição (bíblica?), cante algo super intelectualizado, tipo “Castelo Forte” em espanhol, ou cante “Autor da Minha Fé” em grego – Que Show!!

6) Usando destas dicas, as pessoas após o culto certamente irão sair comentando sobre você e seus super dotes!

* Claro que esses efeitos são intelectualizados, mas você pode também usar alguns mais fáceis que apele para a comoção (quiçá estes são mais populares):

PRELEÇÃO PARA EMOTIVOS

1) Antes de pregar inicie com algum vídeo que emocione, algo sobre vitória, superação… Prepare o terreno para o óbvio!

2) Dê algumas entonações de voz diferenciadas, use sua potência vocal na oração, deixe claro que algo “sobrenatural” pode acontecer.

3) Se for pregar sobre mudança de hábito, leia algo tipo “Uma carta de Satanás”, aquela onde o tinhoso te vigia 100%, ameaçando te dedurar pra Deus.

4) Depois leia uma passagem bíblica qualquer e comece a falar de um testemunho chocante – se não tiver, fale ou de alguém ou, caso tenha coragem, invente um na hora. O que importa é impactar com o “em-vão-gelho”!

5) No fim da pregação, cante, ou convide algum “astro cover” de forte potencia vocal, e sugira canções de auto estima tipo: “Campeão, vencedor…” A thurma adora!

6) Usando destas dicas, as pessoas após o culto certamente comentarão algo do tipo: “Você viu que pregação abençoada?”, “Me arrepiei quando ele falava daquela experiência”, etc.

Se você tem mais alguma sugestão para não tornar o culto “chato”, comente e mande sua dica. O “bizu” mais interessante vai ganhar um Manual Editado com conteúdo subversivo, de tema: “CULTO CHATO? SEUS PROBLEMAS CONTINUARÃO! AS MELHORES DICAS PARA ABORRECER SUA IGREJA!” ´ Para comentar no blog do autor

(P.S.: Não queremos fazer deste post uma arma de destruição ou desmotivação de programações, mas venhamos e convenhamos, a coisa tá séria! Reflitamos em nossas motivações quando o quesito é adoração comunitária na igreja.)

***

Quézia Monteiro é minha “irmãzinha”, cunhadinha, subversiva! Escreveu comigo este post! Arte de Chocar.

Fonte: Arte de Chocar compartilhado no PCamaral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PCamaral, Palavra de Deus, Teologia, Estudos, Evangelho, Reflexões, Bíblia Sagrada, Estudos Bíblicos, Mensagens Bíblicas

Todos os comentários serão moderados. Me reservo ao direito de publicá-los ou não caso o conteúdo esteja fora do contexto, ou do assunto, ou seja ofensivo ao autor do texto.